Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Patricia Faria

Patricia Faria

Confia (e sê feliz)

04.02.19, Patricia

Quem me conhece sabe que, nas coisas da vida, atiro-me de cabeça. Penso muito com o coração. Pode não fazer sentido para mais ninguém mas, se no meu coração faz, eu arrisco. Não pondero, não penso duas vezes, simplesmente confio. Digo frequentemente que a vida resolve-se sozinha. Acredito verdadeiramente que sim. Sou uma pessoa de pessoas. Acredito em conexões. Vejo luz e quero ser luz. Acho que, lá bem no fundo, mantenho uma certa inocência.

Dona de si. Menina mulher. Sabe onde ir. Faz o que quer.

São poucas as pessoas que realmente compreendem o que me vai na alma. Esta minha maneira de ser causa discórdia entre a família e os amigos - na amizade e no amor, sempre que acabo magoada, sei que vou ouvir um "não podes dizer que não te avisei, tu mergulhas de cabeça, o teu coração atrapalha a razão". No entanto, considero-me uma sortuda por ser assim. Gosto de sentir. O bom, o mau, faz parte. Está tudo certo, é sinal de que tenho as emoções todas no sítio. 

Como em tudo na vida, nada é assim tão linear. Há dias em que, dentro das minhas certezas, também tenho dúvidas. Confio em ti, mas morro de medo que me magoes. Por mais apologista que seja de deixar o passado lá atrás, no sítio onde realmente pertence, sei que é inevitável ter medo. Especialmente depois de ter sido magoada tantas vezes. Faz parte da vida. Como lidar com o medo, isso sim, depende de mim. Das minhas escolhas (e é tão bom ter liberdade para as fazer). E eu escolho aceitar este medo. Mergulhar de cabeça. Porque o coração irá sempre sobrepor-se à razão. Nada que valha a pena é fácil. Confia. Porque no fim, tudo se resume a ser feliz.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.